Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Não autorizo a cópia ou partilha dos textos do blog sem consentimento.

Direitos de Autor - Decreto-Lei n.º 63/85 com posteriores alterações

24
Mar17

INSISTE...

por Does a name Matter

 

 

 

Se algum dia te arrependeres e ao tentares encetar o caminho de regresso a mim, não me encontrares... procura-me em todos os votos que quebraste.

Mas... não desistas! 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Mar17

A ADRENALINA DO DESAFIO...

por Does a name Matter

 

 

 

Resultado de imagem para seduçao

 

 

 

Não te convenças de que não consigo! O não, têm um efeito adverso em mim. Muitos desistem a meio. Eu? Não não me importo de morrer a tentar.

Preferes, a realidade. E que, banalmente, te selem a boca com um beijo. Eu, opto pela fantasia! Por que não me segues numa visita guiada pelo transe... Deixas-me abrir-ta, docemente, com espasmos?

 

    

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Mar17

OLHOS DE ANJO...

por Does a name Matter

 

 

 

Resultado de imagem para olhos castanhos casa

 

Se um dia me pedisses para dançar na chuva... que fosse num assim. Estes restos de Inverno, no princípio da Primavera, confortam. Chove por entre nuvens de chumbo, que ao longe, mostram pedaços de sol dentro. Mal cessam as lágrimas desse anjo transviado, que se escondeu dos outros para chorar, sopra mais notório o frio.

Nos teus braços, de anjo caído... o gelo é glaciar e nos teus olhos, há sempre água e pombas, com as suas penas. Se me pedisses para dançar um dia de chuva... que fosse num assim, em que ela cai, despedindo-se. O vento gela-nos as veias. Obriga-nos a friccionar os braços. Mas, nos teus braços...

Eu dançaria sob a chuva de um dia assim. Sobre todas as chuvas, fora de época, em qualquer lado em que o frio soprasse glaciar e o chão me rasgasse os pés. Se me pedisses para dançar...

Eu mergulhar-te-ia olhos dentro, para colher-te as dores (que bailam nos teus olhos de anjo) entre uma lágrima evitada e a outra que tomba, sem a puderes reter. Dar-te-ia... terra firme, para ancorares as tuas mágoas. Despir-te-ia, esse gelo da carne, para sempre! Se ao menos quisesses fazer dos meus olhos, cor de terra, o teu Lar...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Mar17

CONTRA A VONTADE DE DEUS...

por Does a name Matter

 

 

 

Resultado de imagem para contra a vontade de deus

 

 

 

É contra a vontade de Deus, dizem, eu atentar contra a minha vida! Essa vida ser-me tirada (em nome de Deus) por outro, que atenta contra ela, como o interpreto? 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Mar17

EU SOU ESCURIDÃO...

por Does a name Matter

 

 

 

 

Resultado de imagem para velhos

 

Assumida! Com pouquíssimas nesgas de luz.

 

Provavelmente, se dissesse que estou convencida que morrerei quando eu quiser e às minhas mãos, seria um escândalo. Embora todos, por aqui, já me achem louca.

Se acrescentasse que chegarei ao fim dos meus dias, completamente só, sem homem  ao lado e isolada em qualquer buraco, apenas com duas almas que conheçam o meu paradeiro... diriam: é mais que certo e é melhor fugir. A mulher não vale nada! É doida, chalada. Apanhada da tola. Louca, de pedra... não se aproximem e nem lhe dirijam palavra. É, como está muito em voga... uma pessoa "tóxica". É, doente!

E agora digam-me lá, o que me importa tudo o que pensam de mim? A sério. E a probabilidade de isto acontecer ou não. É uma hipótese! E depois? 

Escolhermos o nosso destino e nele, o nosso fim, sem que ninguém seja consultado ou possa intervir, é uma das faculdades que nos pede lucidez e frieza de "cálculos". Fará de nós realmente o que apregoamos. Omnipotentes!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

22
Mar17

VIVER!

por Does a name Matter

 

 

 

Aprender e aproveitar...

 

Foto de Céu Rosário.

 

Até ao último suspiro.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Mar17

COM UMA ASA...

por Does a name Matter

 

 

 

depressao2

 

Diz-me, aonde vou?

Talvez, num abraço. Unindo a minha, à tua... Pondo todas as divergências de parte, conseguíssemos... chegar lá!

Afinal... bastava-nos um vislumbre deles. E depois... poderíamos tombar em queda livre.

Cada um, desasado. Cada um, para seu lado. 

De certo modo, conformado. Mas assim... 

Restam-nos as penas.

Uma eterna e profunda saudade. 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Mar17

SINTO-O ENTRANHADO DENTRO

por Does a name Matter

 

 

Resultado de imagem para dark

 

 

"A luz pode viajar depressa, mas chega sempre aonde a escuridão já reina. 

Lembra-te, disso!"

(MFS)

 

 

 

. )

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

19
Mar17

O LONGE E A MIRAGEM

por Does a name Matter

 

 

Resultado de imagem para dor profunda

 

 

Tenho andado perdida! Ando extraviada de mim. Ando... por entre a multidão como autista, que nada sente, pouco vê e em tudo esbarra, sem pedir desculpa nem olhar para trás.

Percepciono o mundo, mas não estou nele. Estou, além, a ver-me. A ir de contra um, e outro. A ser amaldiçoada por todos e a não me importar com isso. Sou composta de água e de dor. Como um garrafão meio, onde o líquido chocalha, numa camioneta vazia, sem condutor... que passa por cima de pedras, carris, passeios e parece louca... sempre a abrir!

Não sou eu, mas sou. E não consigo ser mais que isto, por ora. Não me encontro. Vai levar tempo até encarreirar, se alguma vez o fizer, de novo! Afundo-me, em desespero. Não posso, porque não sei, ou não quero, sentir-me bem. Parece-me errado rir. Esquecer. Viver. Como se nada fosse. Porque, é! Ainda, é. E dói. Dói-me!

Se alguém tenta aproximar-se mordo. Se fala, ribombo. Atreve... desfaço-o! Não sou eu... mas, sou! Mergulhada até ao tutano em dor. A tentar submergir e um punho a desferir-me um murro nos dentes, a empurrar-me para baixo. Os pulmões cheios de sal. Arde! Fere. Dói. E não consigo melhor. Por ora... Como o autista só dispenso o safanão. E desato a correr. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Mar17

OH MERDA!!! ELA ESTÁ DE VOLTA!!!

por Does a name Matter

 

 

Imagem relacionada

 

Não sei se me dá gozo perceber que, quanto mais sou criticada e apontada a dedo, mais particularidades minhas vejo os outros - que tanto se insurgem contra esta pessoa abjecta - imitarem. Copiarem, mesmo! É que não resistem! Não há como. É mais forte que eles e elas. 

São as publicações, "re-ajustadas." Os "nicks". Os nomes de blogs que já foram meus. Os pequenos e triviais dizeres. As formas quase gémeas de escrever. Não!

Se eu fosse vaidosa... não chegava o tapete dos óscares, para me aparar a baba!

 

Resultado de imagem para aqueles que te criticam 

 

Não posso tentar estar em paz, num canto restrito, só meu... que logo surgem as "lapas" crónicas a despiolhar tudo a pente fino. O que escrevo... tem sempre uma "unha encravada" dentro, que perfura. Traz sempre uma cuspidela agregada! Uma pedra na mão, de algum que resolva sentir comichão e arremessar... ainda que NADA lhes diga respeito!!!

Eu sou louca. Intragável. Mal educada. Invejosa, um paquiderme disforme, o que cada um resolve atribuir. A mesmíssima coisa, que escrevi, reproduzida sem vergonha nenhuma na cara, é elevada à quinta potência da qualidade, noutros. 

E sou eu,esta merda imensa. Fará se fosse alguma coisa de jeito! É lixado que alguém seja igual a si e não se altere! Se reja por aquilo que pensa e não ceda um milímetro, para se reajustar à carneirada! Não lamba cus, nem alinhe em "grupos". Mas que vos causa um ciúme tremendo e adoravam ser como eu, confessem... causa!!! Senão porque tanto mimanço? 

Davam boa parte do que têm, ao que parece, para serem moi. Tenham, vergonha!!! Pensem pela vossa cabecinha. Não façam "citações vossas" e brilharetes, do que os outros escrevem, publicam e já escreveram, muito antes!!! Sejam, coerentes. Se dizem mal, não imitem. Não se "colem" a quem é tão ruim como publicitam. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Blogs Destacados no Sapo


Para quem não tem problema de assumir que já teve outros blogues (como poderá optar por não escrever só aqui) e muitos deles, ao que parece, foram tidos como aproveitáveis, aqui ficam os meus Destaques no Sapo.

Floresta de Lórien (generalista)

Convence-me (generalista)

Poemas na Bruma (pensamentos)

Com Pimenta na Língua e Chocolate no Coração (culinária)

Dark Velvet Heart (generalista)

Amor Café & Pau de Canela (culinária)

O Meu Eu de Papel (Meus Livros)

Impredizível (generalista)

Vaguear Nocturno (Poesia)

Verniz Negro (poesia)

Conversa (generalista)

Sparkling Grey (generalista)

Intuição (generalista)

Desconversando (generalista)

Talvez (generalista)

Mais um ou dois que não me recordam


Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2016
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2015
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2014
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2013
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2012
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2011
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ
  92. 2010
  93. JAN
  94. FEV
  95. MAR
  96. ABR
  97. MAI
  98. JUN
  99. JUL
  100. AGO
  101. SET
  102. OUT
  103. NOV
  104. DEZ
  105. 2009
  106. JAN
  107. FEV
  108. MAR
  109. ABR
  110. MAI
  111. JUN
  112. JUL
  113. AGO
  114. SET
  115. OUT
  116. NOV
  117. DEZ
  118. 2008
  119. JAN
  120. FEV
  121. MAR
  122. ABR
  123. MAI
  124. JUN
  125. JUL
  126. AGO
  127. SET
  128. OUT
  129. NOV
  130. DEZ
  131. 2007
  132. JAN
  133. FEV
  134. MAR
  135. ABR
  136. MAI
  137. JUN
  138. JUL
  139. AGO
  140. SET
  141. OUT
  142. NOV
  143. DEZ
  144. 2006
  145. JAN
  146. FEV
  147. MAR
  148. ABR
  149. MAI
  150. JUN
  151. JUL
  152. AGO
  153. SET
  154. OUT
  155. NOV
  156. DEZ
  157. 2005
  158. JAN
  159. FEV
  160. MAR
  161. ABR
  162. MAI
  163. JUN
  164. JUL
  165. AGO
  166. SET
  167. OUT
  168. NOV
  169. DEZ
  170. 2004
  171. JAN
  172. FEV
  173. MAR
  174. ABR
  175. MAI
  176. JUN
  177. JUL
  178. AGO
  179. SET
  180. OUT
  181. NOV
  182. DEZ